Doença de Chagas

A Doença de Chagas foi descoberta no ano de 1902. É chamada de mal de chagas, tripanossomíase americana e também de chaguismo. É transmitida por insetos que no Brasil são conhecidos como barbeiro.

Barbeiro

Barbeiro

A infecção do barbeiro acontece quando ele suga o sangue de algum organismo infectado e passa para o ser humano através das fezes, pois na mesma hora que está sugando o sangue ele defeca. Acontece também a infecção em transfusões de sangue e de olhos ou pela placenta. Já foi encontrada a infecção em menstruação e esperma de homens e mulheres infectados, mas não há relatos de contaminação por esses meios.

Sintomas, Tratamento e Prevenção

Os sintomas variam muito durante o decorrer da infecção. Sua fase aguda dura pouco e em algumas pessoas passa para uma fase crônica em outras não. Nessa fase que é assintomática a incubação é de uma semana á um mês. Tempo esse que é contado após a picada. Pode acontecer de ficar vermelho e bastante inchado no local da picada. Se essa picada for próxima ao olho a conjuntivite vai aparecer.

Coração Afetado pela Doença de Chagas

Coração Afetado pela Doença de Chagas

A pessoa infectada pode fazer febre. No caso crônico durante dez até vinte anos permanece assintomático, mas mesmo com esse bem-estar o parasita se reproduz sem para e com isso causa danos irreversíveis em alguns órgãos como o fígado, o coração e o sistema nervoso. No caso do fígado os problemas são muito raros, pois este regenera. Em alguns casos acontece a morte súbita, pois o parasita afeta os batimentos cardíacos e também danos no cérebro, isso em doentes agudos. Quando a doença está no inicio alguns remédios podem curar por completo e também evitar que se torne um caso crônico. Já em casos crônicos não há cura, pois a infecção afeta o coração e o sistema nervoso. Nesse caso o infectado passa por um tratamento paliativo.

Tratamento

Tratamento

Para se prevenir contra a doença de chagas ainda não há vacina e por isso é preciso combater o barbeiro. Para combatê-lo é muito importante que as moradias melhorem principalmente em locais afastados da cidade. A questão higiene é a mais importante para afastar os barbeiros. O barbeiro vive em frestas, tocas de animais, ninhos, entre as pedras e se tudo isso for afastado da civilização o barbeiro não vai se aproximar. Não acumule roupa suja, limpe muito bem a casa, procure não ter muitos animais e palhas em casa é melhor nem ter.  Tome todos os cuidados necessários para que o barbeiro fique longe de sua casa e de sua família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias