Entre Aspas – Rosa de Saron

Quase não durmo mais

Quase não vejo mais

Eu vou perdendo o ar

Vozes me dizem para eu ficar

E com um triste brilho no olhar

Me dizem: Espero que possa voltar

E vivendo eu vou

Sacrifico os meus dias pelos teus (2x)

Eu sei, foi num estranho dia

Que sacrificou por mim a sua vida

Sacrifico os meus dias pelos teus

Posso hoje aceitar

Posso hoje encontrar

A Sua mão e ela me tocar?

É dentro deste lema que minha alma vai

Acostumando-se a querer mais

Cada instante pondo a vida a doar

E vivendo eu vou

Sacrifico os meus dias pelos teus (2x)

Eu sei, foi num estranho dia

Que sacrificou por mim a sua vida

Sacrifico os meus dias pelos teus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias